Dúvidas Frequentes

Antes de enviar sua dúvida, confira as respostas para as dúvidas mais frequentes.

Psicanálise é um campo clínico e de investigação, diferente da

Psicologia, tendo origem na medicina, O pai da Psicanálise Sigmund Freud

desenvolveu o conceito de “desvendar o inconsciente”, que reflete no

consciente e gera problemas. Pra ele muito dos problemas eram

acontecimentos da infância, sendo responsáveis pelas atitudes na fase

adulta  influenciando nos comportamentos, como lembranças, impulsos,

etc. que estão dentro do inconsciente. Tudo isso causa o sofrimento e a

necessidade de se autoconhecer. Aí entra o psicanalista com a função de

ajudar a superar traumas, preocupações, medos, dores emocionais,

ansiedade com base na análise do inconsciente.

O psicanalista procura um padrão de comportamento que muitas vezes está

associado a um evento causador esquecido, então, enquanto o paciente

fala o profissional analisa  tudo o que esta fala traz. Também nesse

processo busca encorajar a ter consciência e compreender seus

sentimentos. Muitas coisas que aconteceram no passados pode ser

extremamente prejudiciais nos relacionamentos interpessoais. Ao fim do

tratamento o paciente terá capacidade de lidar com as situações que lhe

afligiam.

Não apenas situações, mas relacionamentos também possuem grande impacto

em nossa percepção de vida e personalidade.

Podemos carregar sequelas de uma relação prejudicial do passado e,

assim, sabotar nossos relacionamentos atuais. Esta pode envolver pais,

parentes, amigos, professores e diversas dinâmicas sociais, não apenas

parceiros românticos.

No fim do tratamento, o paciente deve ser capaz de lidar com

acontecimentos do cotidiano com mais leveza e tranquilidade, sabendo que

os aspectos que lhe perturbavam não são mais empecilhos no presente.

Depressão;Ansiedade; Síndrome do Estresse Pós-Traumático; Fobias; Crises

de ansiedade; Ataques de pânico; Transtornos alimentares;Insatisfação

com a vida;Baixa autoestima; Problemas no relacionamento (ou

relacionamentos em geral); Problemas sexuais; Comportamentos

autodestrutivos; Insônia; Pensamentos suicidas;Vícios.

Psiquiatra é o profissional de medicina com especialização em

Psiquiatria, executa diagnóstico e prescreve medicações.

Psicológo é o profissional formado em Psicologia,executa testes,

trabalha com diagnóstico,trabalha com a mente humana, mas também não

prescreve.

Psicanalista é o profissional formado em Psicanálise, atua no

conhecimento do inconsciente em busca de desvendar a origem dos

problemas/queixas.

Não, nunca poderá. Prescrição somente

pode ser feita por médicos ou especialistas.

Não. Observação: Não é papel do

psicanalista fazer diagnóstico, portanto o tratamento é auxiliar o

paciente diante de seus sintomas a encontrar uma solução ou melhora,

compreendendo sua mente e a si mesmo. Esse conhecimento é extremamente

importante no tratamento, pois gera fortalecimento que resulta na

melhora/solução da queixa. Por isso, para o psicanalista o diagnóstico

não é o mais importante, mas a causa do sintoma sim, nela está a ênfase

do tratamento. Queixas comuns: depressão, fobias, ansiedade,

comportamento, alucinação, síndrome do stress pós traumático, síndrome

do pânico, relacionamentos…abrangendo crianças, adultos, idosos.

A abordagem é diferente de outros profissionais, ou seja, é uma

abordagem psicanalítica que pode ser pela conversa, transferência, livre

associação e outros. È importante ter em mente que durante o tratamento

as descobertas podem gerar certo sofrimento em virtude dessas

lembranças, mas deve-se lembrar que este processo irá gerar bons frutos

e superação. Vale ressaltar que psicanalista não prescreve medicações,

não faz diagnóstico, não solicita exames, não fornece atestados para

licença.

Hipnose, segundo a atual definição pela Associação Americana de

Psicologia, é um estado de consciência que envolve atenção focada e

consciência periférica reduzida, caracterizado por uma maior capacidade

de resposta à sugestão.[1] É um estado mental ou um tipo de

comportamento usualmente induzidos por um procedimento conhecido como

indução hipnótica, o qual é geralmente composto de uma série de

instruções preliminares e sugestões.(Wikipedia).

Entramos em estado de Hipnose o tempo todo, podemos dizer que é um

estado natural de enorme concentração. Pense comigo? Quantas vezes você

esta assistindo um filme, um jogo, uma novela, uma série, um desenho e

você nem se dá conta do que acontece ao seu redor? Perde noção da hora?

Ou fica numa avenida na qual pretende atravessar tão atento, tão focado

que as demais coisas são secundárias? Este estado citado é estado de

Hipnose/ transe; então hipnose é um estado comum de grande concentração;

na qual nos deparamos em vários momentos do dia. Alguns benefícios da

Hipnose: conectar ou reconhecer o subconsciente; aumentar percepção de

novas possibilidades; melhorar a plasticidade da memória (aprendizado);

aumentar a autoconfiança; ser mais assertivo em suas decisões; aumentar

clareza devido concentração; diminuir a ansiedade; fortalecimento

pessoal; auxiliar em tratamentos e recuperações de algumas patologias.

Uma metodologia muito utilizada é a regressão, ela consiste em levar o

paciente a voltar sua memória ao evento causador de sua queixa, nesse

momento o paciente trabalhará juntamente com o hipnoterapeuta para

“destruir” e “superar” esse evento. È um procedimento bastante seguro,

somente uma busca na mente inconsciente, por isso não há como ficar

preso ao passado, a seriedade e respeito ao lidar com a situação

permitem eficácia, porém voltar memórias pode ser doloroso, por isso

esse processo de superação é extremamente importante, pois quando o

paciente sair do estado hipnótico não trará a “dor”, mas a leveza e

satisfação. Então, por cautela, não deve-se realizar uma sessão de

regressão online, pois o paciente em encontro com a situação da queixa,

pode ter reações diversas, na qual a sessão precisa ser interrompida,

nesse momento é importante o hipnoterapeuta estar próximo, evitando

acidentes e confortando; é uma medida de segurança. A regressão é

utilizada nos tratamentos de vícios (álcool, fumo, drogas, jogos,

alimentar), para emagrecimento, e outros pois as razões  desses

problemas muitas vezes esta guardada no subconsciente, mas ressaltando,

tratamento feito somente presencialmente.

Depende do problema a ser tratado, casos como vícios aproximadamente 8

sessões; casos de ansiedade (específico)  cerca de 4 sessões, observando

que as vezes o paciente apresenta várias causas de ansiedade, então será

tratada uma a uma, por isso poderá levar mais tempo, na anamnese 

(questionário inicial) e primeira sessão são observadas essas situações,

porém muito comum, após inicio do tratamento outras causas aparecerem,

pode então também levar mais que 4 sessões.

Origem da Hipnose:

Por questão de objetivo somente citarei nome dos precursores. Franz

Anton Mesmer (teoria do magnetismo),James Braid ,James Esdaile

(anestesia por meio da Hipnose), Ivan Pavlov, Jean Charcot, Sigmund

Freud (seguiu método de Charcot, mas não permaneceu na Hipnose devido à

busca de seus pacientes), Dave Elman (seu método usado na primeira

cirurgia de tórax aberto com hipnose para anestesia) e finalmente Milton

Ericson, metodologia a qual me identifico, médico psiquiatra, usando

métodos diferentes para transe hipnótico, de forma tranquila e

conversacional.  Seu sucessor Stephen Paul Adler, continuou o legado

juntamente com Beth, filha de Ericson. Atualmente  Adler mora no Brasil

e continua ensinando sobre Hipnose Ericsoniana. INDICAÇÕES TERAPÊUTICAS DA HIPNOSE CLÍNICA: Auto Estima, Força de Vontade, Ansiedade, Estresse, Depressão,

Hipertensão, Insônia, Fadiga Física e Mental, Reflexos, Condicionamento

Físico, Concentração de Memória, Dependências (Álcool, Fumo, Drogas em

geral, inclusive Medicamentos), Gagueira, Tiques Nervosos, Traumas,

Fobias, Síndromes, Obesidade, Compulsividade, Desvios Comportamentais,

Impotência Sexual, Distúrbios (Sexuais, sono, da Idade e Emocionais),

Timidez, Oratória, Preparação de pacientes pré e pós cirurgia, Controle

da Dor, Doenças Psicossomáticas em geral, anestesia, analgesia,

hiperamnésia, amnésia, hiperistesia, entre inúmeras outras aplicações.

Hipnólogo é a pessoa que estuda  e exerce a hipnose.

Hipnoterapeuta aquele que usa a Hipnose para tratamento terapêutico.

Hipnotista é quem sabe Hipnotizar.

Hipnose de Palco ou Entretenimento, na qual é feita de forma

descontraída e como brincadeira.

Sim, qualquer prática deve ser feita por pessoa instruída para tal.

Deve-se lembrar que envolve a mente humana e sentimentos, então, deve-se

ter o respeito com a vida alheia; se pensar em hipnoterapia é essencial,

pois haverá situações em que o preparo é que ajudará no sucesso da

terapia, o trabalho com Hipnose não descarta a necessidade de

acompanhamento de um profissional (psicólogo, psicanalista, psiquiatra

ou até mesmo médicos em geral). Por isso é importante observar se o

profissional tem alguma certificação para exercer a função. Não há como

oferecer curas e sim tratamento, pois sendo uma ciência, existe

coerência e nada extraordinário. * A Mente Humana merece respeito.

Sim, no mundo alguns tribunais a usam. No Brasil temos, no Paraná, uma

mulher assistiu o assassinato de seu esposo, 16 anos depois, com a

hipnose conseguiu relembra com riqueza de fatos o acontecido.  Ainda no

Paraná, um jovem de 20 anos andarilho, com sinais de amnésia, foi

submetido a hipnose, com dados coletados foi descoberto que ele havia

sido sequestrado quando criança e lembrou de seus pais; através do DNA

foi comprovado o parentesco. http://patrocinados.estadao.com.br/hipnose/

Sim, ela foi adicionada como Práticas Alternativas e Complementares

desde 2017, informação do Ministérios da Saúde.

(https://www.saude.gov.br/noticias/agencia-saude/42737-ministerio-da-saude-inclui-10-novas-praticas-integrativas-no-sus)

Porém cada município tem liberdade para adicioná-la. Mas ela é

reconhecida sim.

Sim, ela foi adicionada como Práticas Alternativas e Complementares

desde 2017, informação do Ministérios da Saúde.

(https://www.saude.gov.br/noticias/agencia-saude/42737-ministerio-da-saude-inclui-10-novas-praticas-integrativas-no-sus)

Porém cada município tem liberdade para adicioná-la. Mas ela é

reconhecida sim.

Constelação Familiar também conhecido como Constelações Sistêmicas e

Constelações Familiares Sistêmicas, é um método terapêutico que se

baseia em elementos da terapia familiar sistêmica,   [1] foi criado pelo

psicoterapeuta alemão Bert Hellinger. Consiste em observar os fatos

repetidos, ou qualquer coisa que interfira no relacionamento familiar,

com objetivo de trazer equilíbrio no indivíduo em si e no seu sistema. O

método consiste em olhar o passado e quebrar padrões, fazer

reconhecimentos e honra aos que viveram antes de nós. Baseada nas Ordens

do Amor.

Sim.Esse método tem sido aplicado por alguns Tribunais e, por contribuir

para que as pessoas identifiquem os seus reais problemas e consigam

resolvê-los de forma mais satisfatória – melhorando as relações

familiares – auxilia, também, na resolução dos processos judiciais de

maneira mais rápida e eficiente, diminuindo, inclusive, a intervenção do

Judiciário na esfera pessoal de cada um, especialmente no que diz

respeito ao Direito de Família. Por Milena Patricia da Silva (Advogada e

Terapeuta Sistêmica Familiar).

O constelado (termo usado para a pessoa que busca a terapia) traz sua

queixa. Existem algumas formas, sendo as mais comuns o uso de bonecos ou

grupos. Então, o constelado escolhe um representante para sua queixa, um

para ele e de outros elementos são acrescentados, dependendo da queixa

trazida. Esse método não faz um milagre, mas abre a mente para busca e

exercício das soluções diante do quadro obtido.

Através da observação e anos de vivência Bert Hellinger desenvolveu as

Ordens do Amor, base para essa terapia. Divide-se em três:

Hierarquia: necessidade de honra e respeito pelos que vieram antes de

nós, nossos antepassados, reconhecer que temos vida através da

existência deles e que eles erraram nos ensinando, ou seja, erraram para

não errarmos. Assim deve-se respeitar a ordem das coisas, quem nasceu

primeiro tem que ter seu lugar respeitado.

Equilíbrio: deve-se entender a necessidade de equilíbrio nas relações,

equilíbrio entre dar e receber, se dar demais e não receber gera

desequilíbrio e vice versa; quem recebe demais e não consegue retribuir

tende a abandonar. É importante lembrar que não se faz ou não dá jamais

deve fazer esperando algo em troca, como barganha, o ato de dar e

retribuir deve ser voluntário e natural. Diferente na relação entre pais

e filhos, pois os filhos jamais poderão retribuir o que receberam; assim

como pais não devem dar aos seus filhos muito além, pois pode prejudicar

o amadurecimento deles.

Pertencimento: todos pertencem a uma família, é direito de todos

pertencerem. É importante que ao excluir um ente problemático cria-se

problemas, é necessário reconhecer esse ente, não necessariamente

aceitando o erros, mas não julgando. Excluir alguém de seu campo

familiar traz consequências dolorosas.

Esses três elementos caminham juntos e devem ser observados.

Cada consulta (sessão) dura em média X hora.

Boleto, Cartão de Crédito.

Em até 12x no cartão de crédito.

Sem reembolso

Consultas não desmarcadas com prazo de 4 horas de antecedência serão

computadas como presenças…caso antes, poderão ser remarcadas.

Sim os dados do paciente ou usuário no site são confidenciais. Ao menos que faça uma pergunta, comentário ou qualquer tipo de mensagem pública.

Você deve desmarcar com até 4 horas de antecedência para que possa remarcar, pois não há reembolso.

Faça uma pergunta à Dra. Évelin Souza

*Campo obrigatório